Sites Grátis no Comunidades.net Wordpress, Prestashop, Joomla e Drupal Grátis




Partilhe esta Página


HIPNOSE CONDICIONATIVA E MAGNETISMO ESPIRITUAL
HIPNOSE CONDICIONATIVA E MAGNETISMO ESPIRITUAL

 

         

 

                                                               MAGNETISMO

 

Um magnetizador agiria focando a sua atenção e

 

dirigindo os seus fluidos para o ponto que quer

 

atingir, atuando, através dos seus fluidos e das

 

técnicas magnéticas, sobre o organismo

 

que necessita de reparo. Segundo Kardec,

 

o Espírito  age da mesma forma que o

 

magnetizador humano: “sua ação fluídica se

 

transmite  de perispírito a perispírito, e

 

deste para o corpo material. O estado de

 

sonambulismo facilita consideravelmente

 

essa ação, em consequência do desligamento

 

do perispírito, que se identifica melhor

 

com a natureza fluídica do Espírito, e sofre

 

então a influência espiritual elevada à sua maior

 

força”.  No caso citado, os Espíritos não

 

dispensaram o auxílio das energias humanas

 

visto que eles mesmos solicitaram a presença

 

de um grupo de encarnados que pudessem

 

formar uma espécie de corrente magnética,

 

a qual forneceria material fluídico para a ação

 

curativa. Estes fluidos doados pelos presentes

 

encarnados seriam utilizados pelos Espíritos que,

 

manipulando-os ou misturando-os aos seus,

 

lhes propiciariam as necessárias modificações

 

sugeridas pelo caso do momento. Os Espíritos

 

utilizaram ainda os recursos de um magnetizador

 

que,  além de levar a paciente ao estado de

 

sonambulismo, o qual facilitou a ação espiritual,

 

como vimos acima, estando “sua mão direita,

 

apoiada sobre a espádua da sonâmbula, contribuía

 

com sua parte no fenômeno, pela emissão

 

dos fluidos necessários à sua realização”.

 

Poderiam os espíritos agir sozinhos, sem a

 

participação magnética de um encarnado?

 

Poderiam, sim. Mas isto é a exceção à regra,

 

visto que os fluidos animalizados são mais

 

compatíveis com as necessidades de um órgão físico.

 

Falta-nos analisar a questão da rapidez da cura.

 

Se o tratamento fosse executado por um

 

magnetizador, ele teria sido, provavelmente,

 

mais lento. A capacidade de influenciar o campo

 

vital de alguém, os fluidos vitais a possuem em

 

escala muito menor que os fluidos dos Espíritos

 

bons. A sutilidade dos fluidos destes últimos

 

lhes dá um poder de transformação e de

 

penetração capaz de operar curas de forma

 

imediata ou em prazos bastante curtos, de

 

acordo com a sua elevação.